Escuta-te!

Escuta-te!

Perdido na mente, em pensamentos despidos,

Recordo um olhar e sentimos sofridos.

O coração que não se arrepende e que bate forte,

Abraços profundos, conversas sem norte.

 

A dor pode ser grande, assim como a tristeza,

Mas é olhos nos olhos que encontrarás a firmeza!

Segue o que sentes, ignora essas mentes.

Que tanto te confundem nos passados, futuros e presentes!

 

Escuta-te, escuta-te a ti mesmo!

Ouve o que queres dizer!

Escuta-te, escuta-te a ti mesmo!

Pois é o bem maior que irá vencer!

Tudo acontece por essa razão,

Desconhecida para muitos, menos para o coração.

 

Cenários óbvios ou incertos, algum deles se há-de revelar,

Basta que estejas atento e que os saibas procurar.

Não existe manual, regra a seguir,

Apenas tu sabes o que queres cumprir.

 

Amor não tem preço, conta, peso ou medida,

O que interessa é que lutes por aquela parte da vida,

Que te faz sorrir, chorar ou corar,

Faças o que fizeres, não desistas de amar!

 

Autoria: Saul Vitorino

Data de escrita: 02/10/2013

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s